Investigação, Experimentação e Desenvolvimento

 

Dado o prestígio da AAPIM junto das várias Instituições associativas, de investigação, académicas e do Ministério da Agricultura, tem vindo a ser convidada como parceira em vários projectos de investigação, experimentação e demonstração, entre eles Escola Superior Agrária de Bragança, Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro, Escola Superior Agrária de Ponte de Lima, Escola Superior Agrária de Castelo Branco, Laboratório Químico Agrícola Rebelo da Silva.

 Nos últimos anos a AAPIM, desenvolveu diversos projectos na área da experimentação, investigação e desenvolvimento (IED), nomeadamente:

projecto Agro nº 91 – O olival de cultivares tradicionais da Beira Interior – demonstração da influência dos factores agronómicos na produtividade e na qualidade do azeite.

Projecto Agro nº 296 – Protecção Integrada da Oliveira nas Regiões de Trás-os-Montes e Beira Interior.

Projecto Agro nº 317 – Efeitos secundários dos pesticidas sobre fitoseídeos (Acari; Phytoseiidae) associados aos ecossistemas macieiras e vinhas nas regiões de Entre-Douro e Minho e Beira Interior.

projecto Agro nº 452Avaliação do estado de nutrição de olivais, de vinhas e de pomares de Prunóideas. Aferição de valores de referência para a interpretação da análise foliar a utilizar em produção integrada.

 

FORMAÇÃO-ACÇÃO PME`S

Os Projectos de apoio às PME´s, implementados em 50 empresas agrícolas desde 2003, tem contribuído para o desenvolvimento organizacional, económico e financeiro da empresa/exploração agrícola e dos seus recursos humanos, proporcionando o acesso a novas tecnologias e a uma quantificação de todos os custos e proveitos, com o objectivo de detectar pontos fracos, para poder superá-los. Proporcionando um reforço das competências de gestão e melhoria do desempenho dos activos, integrando processos de formação e permitindo uma melhoria na adaptação desses processos.

 

POSTOS DE OBSERVAÇÃO METEOROLÓGICA

 

Abr-2006 124


A AAPIM dispõe de catorze estações meteorológicas automáticas (EMA´S) localizadas geograficamente nas diferentes zonas produtoras das diferentes culturas.

 

  • Quinta  de S. Francisco - Freguesia de Valhelhas – Concelho de Manteigas
  • Quinta das Prezas - Freguesia de Avelãs da Ribeira – Concelho de Pinhel
  • Quinta das Maias - Freguesia de S.Paio -   Concelho do Gouveia
  • Quinta das Obras - Freguesia de Castelo Novo –  Concelho do Fundão
  • Quinta do Ouro - Freguesia do Souto da Casa –  Concelho do Fundão
  • Quinta da Torre - Freguesia de Colmeal da Torre – Concelho de Belmonte
  • Chão do Tanque - Freguesia de Orjais – Concelho  da Covilhã
  • Quinta dos Roques - Freguesia de Nelas –  Concelho de Mangualde
  • Quinta do Salgueiral - Freguesia de Valbom – Concelho de Pinhel
  • Quinta da Veiga - Freguesia de Longroiva – Concelho da Meda
  • Amieiro - Freguesia de Currelos – Concelho de Carregal do Sal
  • Quinta  de Santar – Freguesia de Santar–Concelho de Nelas

 

A instalação destes Postos de Observação foi realizada no âmbito do Programa Leader + , tendo os projectos sido apresentados através de várias Associações de Desenvolvimento - PRO-RAIA - Associação de Desenvolvimento Integrada da Raia Centro Norte, ADRUSE – Associação de Desenvolvimento Rural da Serra da Estrela, RUDE – Associação de Desenvolvimento Rural e ADD – Associação de Desenvolvimento do Dão e da ADICES – Associação de Desenvolvimento de Iniciativas Culturais, Sociais e Económicas.

Para potenciar a informação das diferentes EMA´S, a AAPIM dispõe já de um Sistema de informação Geográfico (SIG) Meteorológico, para apoio ao planeamento e acompanhamento de previsão das pragas e doenças, informação importantíssima para o acompanhamento dos Postos de Observação Biológicos e das explorações dos associados.

 

 

Atualmente a AAPIM tem em execução como Promotora e/ou Parceira os seguintes projectos:

Acção 4.2.2

REDES TEMÁTICAS DE INFORMAÇÃO E DIVULGAÇÃO (REMDA-OLIVAL)

 

A acção apoia a criação de redes temáticas que, de forma estruturada e contínua, procedam ao tratamento e divulgação da informação técnica e científica disseminada em várias Instituições, promovendo a sua interligação e adaptação às realidades concretas, de forma a explorar complementaridades de competências, e disciplinais e metodologias em torno de temáticas concretas e necessárias ao desenvolvimento das áreas estratégicas do sector.

 

 Acção 4.3.2

SERVIÇO DE APOIO ÀS EMPRESAS (SAE)

 

A AAPIM pretende através deste projecto aumentar a competitividade dos seus destinatários, pela redução da quantidade de pesticidas, através da eficiência de aplicação e a sustentabilidade dos ecossistemas, pela redução dos impactes da aplicação dos produtos fitofarmacêuticos nos seus associados, exigido pelas normas inerentes aos modos de produção que desenvolvem.

 Pretende-se ainda dar cumprimento ao Dec. Lei 173/2005 de 21 de Outubro, que obriga já a partir de 2010 à Inspecção e calibragem dos equipamentos de pulverização de todos os pulverizadores e dar resposta ao cumprimento da Norma Europeia 13790, já transposta para a Legislação Nacional pela NPEN 13790-2:2008.